Header Ads


Mulher é flagrada sem roupas em Porto Alegre

Ela é a quarta a aderir às caminhadas nudistas na capital gaúcha desde outubro do ano passado

Ela andou pelas ruas de Porto Alegre só com a parte de baixo do biquini / Jefferson Botega/Ag. RBS/Folhapress

O ano mudou, mas a moda de mulheres sem roupas caminhando pelas ruas de Porto Alegre persistiu. Mais uma moça, que não teve o nome divulgado, foi flagrada com os seios a mostra por motoristas que trafegavam pela Avenida Ipiranga, uma das mais movimentadas da capital gaúcha, no fim tarde desta segunda-feira, feriado de Navegantes.

A mulher usava apenas uma calcinha fio-dental e salto alto. A polícia chegou a receber chamadas, mas não foi feito registro de ocorrência, segundo a Brigada Militar. Imagens nas redes sociais mostram a mulher no cruzamento da Ipiranga com a Azenha. O último caso de mulher nua em Porto Alegre tinha acontecido no dia 15 de novembro, quando a lutadora de MMA Betina Baino, de 35 anos, tirou as roupas na Zona Sul.

Ela já tinha sido avistada nua dias antes, na Terceira Perimetral, em meio as carros e tomando banho de chuva. A lutadora afirmou que a nudez foi um ato de protesto contra o governo federal. Antes de Betina, outra mulher foi flagrada, no dia 30 de outubro, no Parque Moinhos de Vento, zona nobre da capital. Na ocasião, a moça, que não teve o nome divulgado, foi levada por brigadianos até um centro de saúde para receber medicamentos

Nove dias depois, uma terceira mulher caminhou sem roupas no centro da cidade, mas conseguiu concluir a corrida sem ser vista por policiais. A onda de corredoras peladas estimulou a criação de vários eventos no Facebook convocando para atos de nudez coletiva. Apesar das milhares confirmações de presença online, a adesão foi baixa e apenas um rapaz acabou tirando a roupa.