sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Quem manda de verdade?



  Há tempos atrás no chamado período escuro ou idade média, as nações do mundo e seus Reis e imperadores tinham que se submeter a um poder espúrio, maldoso, cruel e impiedoso, este poder foi tão cruel de forma que milhares de Cristãos foram mortos por não negarem a verdadeira fé e se recusarem a obedecer a este poder do mal.
  Este poder era o poder dos Papas, o catolicismo romano que por séculos impôs sua autoridade através do medo, da violência e por muitos anos enganou as pessoas e roubou delas algo que lhes eram imprescindível; a liberdade.
  Por muito tempo o povo foi submetido aos enganos de satanás por meio do poder religioso romano, inclusive reis e imperadores tinham a sua autoridade roubada ou diminuída perante a palavra do Papa ou santo padre como eles gostavam de serem chamados, as autoridades daquela época eram submissas a este poder do mal, as ordens de reis e imperadores eram contrariadas pela palavra do Papa, reis e imperadores de nações poderosas do passado tinham suas ordens ou decretos diminuídos pelas ordens do Papa.
  E hoje? Quem realmente manda? No âmbito internacional o Papa busca de uma forma sutil retomar a autoridade que tinha no passado, mas em um âmbito menor (aqui me refiro a pequenas cidades e até mesmo a estados) o catolicismo tem uma grande influencia sobre muitos lideres políticos, a quem diga que em várias cidades do interior o padre diz e o prefeito obedece. Toda cidade tem seu padroeiro ou padroeira e o dia de celebração a eles é feriado municipal, feriados católicos impostos pelo poder romano, uma doutrina anti bíblica de adoração a imagens ao invés de Deus, idolatria a criatura ao Invés do Criador.
  Quem manda de verdade? Sabemos que elegemos através do voto democrático, lideres ou parlamentares que nos representem politicamente, não elegemos padres, bispos e nem Papas.
Toda Honra e Glória seja dada somente a Deus.