Header Ads


Cunha deve ser notificado de processo no Conselho de Ética


Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ)  - Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), deve receber nesta segunda-feira (7) a notificação sobre a decisão do Conselho de Ética de dar prosseguimento ao processo disciplinar contra ele. Com isso, será aberto prazo de 10 dias úteis para que ele apresente defesa ao colegiado.
Na última quinta (3), o peemedebista se recusou a receber a notificação sob o argumento de que se encontrava em reunião e que não “está fugindo”. A entrega foi, então, agendada para a tarde de segunda-feira (7), sem horário definido.
Na madrugada de terça (1º) para quarta-feira (2), o Conselho de Ética aprovou o relatório preliminar que pede a continuidade das investigações sobre a acusação de que ele teria ocultado contasbancárias secretas na Suíça e mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras.
Cunha nega ser o dono das contas, mas admite ser o beneficiário de ativos geridos por trustes no exterior.
Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, abrir ação penal contra o presidente da Câmara pela acusação de que ele teria recebido US$ 5 milhões em propina de um contrato da Petrobras.
Nesta sexta (4), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou denúncia contra Cunha relacionada às contas secretas atribuídas a ele na Suíça.
A acusação é baseada em investigação aberta em outubro do ano passado sobre o deputado, sua mulher, Cláudia Cruz, e de uma de suas filhas, Danielle Cunha. O inquérito apontava indícios de que o deputado teria cometido evasão de divisas, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.