Header Ads


“Carlos Eduardo não quer vice do PMDB para não ser chamado de candidato Lava Jato”, afirma Lucena


Vereador destacou investigados envolvidos em esquema de corrupção e explicou que PT segue em busca de um campanha limpa e democrática em 2016

1
Elpídio Júnior
Verador Fernando Lucena (PT)
Por: Redação
O prefeito de Natal, Carlos Eduardo ainda não se decidiu na questão de quem será seu vice de chapa para a disputa das eleições de 2016. A convite do programa “Meio-Dia Cidade”, da Rádio Cidade (94 FM), o vereador Fernando Lucena (PT) discutiu a situação.
Para Lucena, Carlos Eduardo está querendo se desvencilhar do PMDB – de onde deveria sair seu vice de chapa – por causa das acusações que os membros do partido vem recebendo graças à Operação Lava Jato.
“Carlos Eduardo não quer levar um vice do PMDB para não ser chamado de candidato Lava Jato. Ele quer se livrar da Lava Jato, ele não quer levar para o palanque uma quarta pessoa acusada pela operação. Henrique, por exemplo, é o líder campeão do Nordeste da Lava Jato. O Garibaldi entrou no jogo, o filho, Walter Alves, também, Agripino e seu filho também. É preciso que se mostre a verdade para o povo”, disse o vereador petista.
Fernando Lucena ainda disse que as críticas que o PT sofre acerca de corrupção são injustas, citando representantes do partido que não estão sendo investigados. “Acho que essa campanha vai ser muito boa porque esse tema será debatido. Na hora que vierem com esse negócio de Lava Jato para cima do PT, então metade do palanque de Carlos Eduardo vai ter que descer. Todo esse pessoal está contaminado pela Lava Jato. Já o PT não; temos uma senadora limpa, deputado Mineiro limpo, vereadores também. Campanha tranquila e vamos disputar o segundo turno das eleições no jogo democrático. O Carlos Eduardo quer se livrar do PMDB mas a essa altura do campeonato está difícil”, decretou.