sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Interferir na Lava-Jato seria “crime de lesa-pátria”, afirma novo ministro da Justiça


23064948
O novo ministro da Justiça, Osmar Serraglio (PMDB), ressaltou que não há hipótese de interferência na Operação Lava-Jato. Em entrevista ao Gaúcha Atualidade, Serraglio disse que obstruir os trabalhos seria um crime de lesa-pátria. O novo ministro destacou que as investigações estão sendo feitas com total sintonia entre o Ministério Público Federal (MPF), a Polícia Federal (PF) e a Justiça Federal em Curitiba.