domingo, 5 de março de 2017

PB registra mais 1,8 mil crianças em trabalho infantil em dez anos e faz campanha


IMG_7045
Uma campanha do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) quer combater um dado alarmante: 1.899 crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos foram vítimas de acidentes graves de trabalho no estado nos últimos dez anos.
Segundo o MPT-PB, o quantitativo infantil de trabalho escravo faz parte do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde.
Para combater o trabalho infantil, o MPT nacional lançou a campanha #Chegadetrabalhoinfantil, que conta com a participação de artistas de todo o Brasil.
Voltada para o ambiente online, a campanha busca o engajamento dos internautas nas redes sociais, incentivando-os a postar o gesto da “hashtag” em seus perfis como forma de apoio à causa contra o trabalho irregular de crianças e adolescentes.