sexta-feira, 10 de março de 2017

Série espiritismo – Estudo 6


O quarto pilar do espiritismo: Os médiuns
• Introdução
1) O que a Bíblia diz sobre a mediunidade?
2) Deus se comunica por meios dos médiuns?
3) Os mortos podem conversar com os vivos?
Até o momento percebemos que a Bíblia e os livros de Allan Kardec não se harmonizam. Vejamos o que o espiritismo diz sobre os médiuns:
“Hoje, como espíritas, sabemos que Jesus foi um espírito extremamente adiantado, mas não o próprio Deus e que os Apóstolos, também espíritos adiantados, eram humanos. Médiuns inspirados, mas humanos…” (BERNARDO, Carlos Alberto Iglesia. Disponível em: http://www.espirito.org.br/portal/artigos/geae/estudo-do-novo-testamento.html Acesso em 08 de abril de 2009.)

• Estudo
1) Como Deus se comunica com o ser humano? Números 12:6; Hebreus 1:1, 2.
Resposta: Deus se comunica de várias maneiras, especialmente por meio dos profetas e da maior revelação que já existiu: Jesus Cristo.
Portanto, os apóstolos não foram médiuns – pessoas que recebiam espíritos. Pelo contrário: rejeitaram qualquer prática mediúnica Em certa ocasião, o apóstolo Paulo expulsou um espírito adivinhador que atuava por intermédio de uma jovem (Atos 16:16-18). Se Paulo fosse um médium, não teria feito isto. Os apóstolos de Jesus jamais iriam contra os ensinamentos do Antigo Testamento a respeito dos médiuns (Levítico 20:6), sendo que os Escritos Antigos eram a Bíblia deles!
2) Por que o Criador não poderia usar pessoas boas como os médiuns para transmitir mensagens a nós? Deuteronômio 18:10-14 (Aqui aparece o termo “necromantes”. Necromante é pessoa que pratica a necromancia, ou seja, a consulta aos “mortos”); Levítico 19:31; 20:27; 2 Crônicas 33:1-9.
Resposta: Porque, apesar de amar muito os médiuns Deus abomina, detesta as práticas mediúnicas. Veja o que diz Isaías 8:19 e 20, na Nova Tradução Na Linguagem de Hoje:
“—Algumas pessoas vão pedir que vocês consultem os adivinhos e os médiuns, que cochicham e falam baixinho. Essas pessoas dirão: “Precisamos receber mensagens dos espíritos, precisamos consultar os mortos em favor dos vivos!” Mas vocês respondam assim: “O que devemos fazer é consultar a lei e os ensinamentos de Deus. O que os médiuns dizem não tem nenhum valor.””
3) Se Deus não apóia a consulta a médiuns espíritas, como Saul conseguiu falar com “Samuel” que “já estava morto”? 1 Samuel 28.
Resposta: Alguns textos bíblicos são suficientes para provar que não era Samuel quem estava conversando com Saul naquela sessão espírita:
a) 1Crônicas 10:13-14 – Deus condenou a atitude de Saul de participar daquela reunião com o suposto “espírito” de Samuel. Se fosse o servo de Deus quem tivesse falado com o rei Saul, o Senhor não se importaria em teria se importado;
b) 1Samuel 28:3 – Samuel estava morto e, na morte, a pessoa está inconsciente – Eclesiastes 9:5, 6 e 10;
c) 1Samuel 28:6 – Deus não mais falava com Saul porque ela havia ido longe demais. Portanto, quem apareceu a Saul naquela reunião espírita não foi o servo de Deus, Samuel, que jamais agiria contra a decisão do Criador;
d) 1Samuel 28:12, 14 – a Bíblia não diz que o “espírito” de Samuel se fazia presente, mas sim que Saul ENTENDEU que era Samuel;
e) 1Samuel 28:15 – o suposto espírito de Samuel contradisse a Bíblia, que afirma em Jó 7:9, 10 que os mortos não podem subir, antes da ressurreição (João 5:28, 29);
f) 1Samuel 28:16 – o “espírito” jogou Deus contra Saul, dizendo que o Senhor o havia desamparado. Não é verdade! Foi o rei quem se afastou de Deus;
g) 1Samuel 28:20- a mensagem do “espírito” causou desespero em Saul.
Portanto, não foi o “espírito” de Samuel quem se comunicou com Saul (você verá quem falou com Samuel na próxima questão).
4) Que razões Deus tem para rejeitar a prática de consultar os mortos? 2 Coríntios 11:13, 14; Mateus 24:24.
a) A Bíblia (Palavra de Deus) diz que os mortos não podem voltar para se comunicarem com os vivos porque eles estão dormindo: “Como a nuvem que passa e some, assim aquele que desce ao mundo dos mortos nunca mais volta; ele não volta para casa; ninguém lembra mais dele.” Jó 7:9-10. “Irmãos, queremos que vocês saibam a verdade a respeito dos que já morreram, para que não fiquem tristes como ficam aqueles que não têm esperança.” 1 Tessalonicenses 4:13.
b) A única maneira de voltarmos a falar com os mortos é quando eles voltarem à vida! Jesus terá que voltar ao nosso mundo (Apocalipse 1:7) para ressuscitá-los (João 5:28, 29; Lucas 14:14; 11:25). Só depois desses eventos é que os reencontraremos: “Cada um, porém, por sua própria ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda.” 1 Coríntios 15:23 (Grifo acrescentado). “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles [Isso significa que os mortos não estão em um mundo espiritual, mas que irão para o paraíso de Deus juntamente com os vivos. Não foram na nossa frente! Ler Hebreus 11:39, 40, que fala dos heróis da fé.], entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor.” (1 Tessalonicenses 4:16-17.
“Os vossos mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho, ó Deus, será como o orvalho de vida, e a terra dará à luz os seus mortos.” Isaías 26:19.
c) Os “espíritos” que incorporam nos médiuns são demônios e não pessoas boas. Deus não quer ser humano algum mantenha contato com os espíritos do mau.
d) Porque através do espiritismo o inimigo de Deus tem enganado muitas pessoas sinceras misturando a verdade com a mentira, o que levará à perdição de acordo com Apocalipse 22:15.
Só existem duas forças no universo: do bem ou do mal. Somente dois tipos de anjos: os caídos (2 Pedro 2:4; Apocalipse 12:7-9 – demônios) e os não caídos (Apocalipse 22:8, 9). Não é difícil, com base em Hebreus 1:14 e Colossenses 2:15 vermos que esses dois poderes lutam pelo coração do ser humano. Portanto, se Deus não apóia a consulta a mortos e nem a mediunidade, quem está presente nas sessões espíritas são os anjos caídos que querem atrair pessoas sinceras de todas as classes sociais.
Atenção! Anjos caídos têm o poder da personificação, ou seja: imitam a voz, cheiro do perfume e outras características das pessoas que morreram. Portanto, cuidado! Não se deixe enganar (Mateus 24:24).
5) Um anjo bom entra na mente de algum médium para tirar o livre-arbítrio dele (a)? Salmo 34:7
Resposta: Não! A Bíblia diz que ele acampa-se “ao redor” dos que respeitam a Deus e não que ele “entra na mente” da pessoa para tirar a identidade dela!
6) E os anjos maus? Marcos 5:1-14.
Resposta: Tomam conta da mente, falam por intermédio da pessoa – que perde a própria identidade – e em alguns casos trazem sofrimento (para os médiuns, não).
7) O que Deus quer fazer na mente daqueles que são usados por espíritos malignos? Marcos 5:15.
Resposta: Aproximá-los de Jesus e deixá-los em perfeito juízo para que os demônios nunca mais interfiram na vida e nas escolhas deles.
Reflita:“A doutrina da imortalidade da alma não é bíblica, mas pagã. Nasceu na Grécia e propagou-se na Igreja, através de Platão, do século V em diante, graças à influência de Agostinho…” [Professor Otoniel Mota (pastor Presbiteriano). Meu Credo Escatológico [opúsculo], ed. 1938, pág. 3]
Convite: Aceite os mensageiros que DEUS ESCOLHEU para Ele se comunicar com você: os profetas. Os que os médiuns dizem, de acordo com Isaías 8:20, “não tem nenhum valor”, pois, eles não foram enviados por Deus. Eles são pessoas sinceras que Jesus ama e quer conduzir ao caminho da salvação fora do espiritismo.
Minha oração: “Quero manter contato com Deus por meio da oração e das instruções dEle deixadas na Bíblia e não nos livros de médiuns ou de Allan Kardec.”

Fonte: NT