Header Ads


PSDB retoma discussão sobre Aécio no comando do partido


bacana aecio
A previsão é de que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) reassuma o mandato nesta terça-feira com um pronunciamento no plenário para se defender no episódio da delação de Joesley Batista, mas sua situação no comando do PSDB já vem sendo discutida com ele e com outros dirigentes do partido desde a última sexta, quando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, por liminar, lhe devolveu o mandato e afastou a possibilidade de prisão. Uma fatia majoritária do partido, liderada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; e o prefeito da capital, João Doria, defende o afastamento definitivo de Aécio e a homologação do interino Tasso Jereissatti (CE) pelo menos até maio do ano que vem, prazo de ampliação do mandato das direções nacional e estaduais.
Nesta segunda-feira, em São Paulo, Doria voltou à carga e pediu que Aécio se afaste e deixe o PSDB retomar seu rumo. Tasso Jereissatti chega no fim desta segunda em Brasília e já retoma a discussão do assunto, que será levada também à discussão da bancada nesta terça, antes do discurso de Aécio. Aos seus interlocutores, Tasso tem se mostrado insatisfeito com a interinidade e impasse sobre a volta ou não de Aécio. Diz que está assumindo um desgaste desnecessário com essa situação mal resolvida e deve pedir que Aécio anuncie logo uma posição.