terça-feira, 8 de agosto de 2017

Estado sem energia!


luz-apagada
 O cumprimento de uma decisão judicial pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) poderá deixar o Estado do Amazonas sem energia. O risco de corte no fornecimento, reconhecido pela própria agência, está atrelado ao atendimento de uma liminar dada pela Justiça em ação popular que pede que a suspensão do repasse de R$ 1,33 bilhão à Amazonas Energia, estatal controlada pelo Grupo Eletrobrás. O dinheiro é referente a pagamentos excedentes feitos no passado nas contas de luz.
O jornal O Estado de S. Paulo teve acesso a uma nota técnica da Aneel que orienta o cumprimento da decisão judicial. No documento, os técnicos deixam claro que “o bloqueio de recursos à beneficiária Eletrobrás Amazonas Energia (AmE) produto da decisão liminar, conduz à provável interrupção no fornecimento de energia elétrica para o Estado do Amazonas”.