quarta-feira, 9 de agosto de 2017

O Selo de Deus e o Sinal da Apostasia


 

 1. Que apresenta a Bíblia como sendo o objectivo de um sinal ou selo?
"Agora pois, ó rei, confirma o édito, e assina a escritura, para que não seja mudada." Dan. 6:8.

Isto é, põe a assinatura da realeza, a fim de que possa ter a devida autoridade e entrar assim em vigor. Era antigamente costume que os reis usassem para esse propósito um anel, que continha seu nome, iniciais ou monograma. Jezabel, mulher de Acabe, "escreveu cartas em nome de Acabe, e as selou com o seu sinete." I Reis 21:8. Diz-se do decreto promulgado por Assuero, para a matança de todos os judeus no império persa, que "em nome do rei Assuero se escreveu, e com o anel do rei se selou." Ester 3:12.

2. Quais são os três requisitos necessários num selo oficial?
A fim de ser completo, deve um selo oficial apresentar três requisitos: (1) o nome do legislador; (2) seu cargo oficial, título, ou autoridade, bem como seu direito a governar; e (3) seu reino, ou a extensão de seu domínio e jurisdição. Por exemplo: "General E. G. Dutra, presidente dos Estados Unidos do Brasil," Jorge VI, Rei da Grã-Bretanhaj' "Harry Truman, Presidente dos Estados Unidos da América do Norte" etc.
3. Com que está relacionado o selo de Deus?
"Resguarda o testemunho, sela A LEI entre os Meus discípulos." Isa. 8:l6.

4. Mostra o primeiro mandamento quem é o autor da lei?
"Não terás outros deuses diante de Mim." Êxo. 20:3.

Quem é o "Mim" aí citado, o próprio mandamento não declara, Essa proibição poderia provir de qualquer fonte. Qualquer pagão poderia atribuir esse mandamento ao seu deus, e, no que se refere a esse único mandamento, ninguém poderia refutar essa pretensão. 

5. Indicam o segundo, terceiro, quinto, sexto, sétimo, oitavo, nono ou décimo mandamentos, quem seja o autor do Decálogo?
Não, nenhum deles.

O segundo mandamento proíbe a feitura e adoração de imagens, mas em si mesmo não revela quem seja o verdadeiro Deus. Diz o terceiro mandamento: "Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão," mas, semelhantemente, deixa de revelar o verdadeiro Deus e doador da lei. O adorador do Sol poderia alegar haver observado esse mandamento, visto não mencionar a que deus ele se refere. O mesmo acontece quanto aos demais preceitos aludidos. Nos últimos cinco mandamentos nem mesmo é citado o nome de Deus.

6. Qual o único mandamento do Decálogo que revela o nome, a autoridade e o domínio do Autor dessa lei?
"Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra, mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a Terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou." Êxo. 20:8-ll.

O quarto mandamento, somente, revela o nome, a autoridade e o domínio do Autor dessa lei. Em seis dias, (1) o Senhor (nome); (2) fez (atributo, Criador); (3) o Céu e a Terra (domínio). Este mandamento, somente, portanto, contém "o selo do Deus vivo." Pelo que está revelado neste mandamento é mostrado a que Deus se referem os demais. Pela grande verdade aí revelada, todos os outros deuses são declarados falsos. O mandamento do sábado, pois, contém o selo de Deus; e o próprio sábado, cuja observância é recomendada pelo mandamento, está inseparavelmente ligado ao selo; e deve ser mantido como memória de que Deus é o Criador de todas as coisas; e ele mesmo chamado "sinal" do conhecimento desta grande verdade. Êxo. 31:17; Ezeq. 20:20.

7. Que razão apresenta Deus para que o sábado seja um sinal eterno entre Ele e Seu povo?
"Entre Mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias 'fez o Senhor os céus e a Terra, e ao sétimo descansou, e restaurou-Se." Êxo. 31:17.

O sábado é o sinal, ou marca, ou selo do verdadeiro Deus, Criador.

8. De que diz Deus ser um sinal, a observância ou santificação do sábado?
"E santificai os Meus sábados, e servirão de sinal entre Mim e vós, para que saibais que Eu sou o Senhor vosso Deus." Ezeq.20:20.

9. De que, além do conhecimento de Deus como Criador, É o sábado um sinal?
"Certamente guardareis os Meus sábados; porquanto isso é um sinal entre Mim e vós nas vossas gerações; para que saibais que Eu sou o Senhor, que vos SANTIFICA." Exo. 31:13.

O sábado é o grande sinal do poder criador de Deus, onde quer e como quer que se manifeste, quer na criação, quer na redenção; pois redenção é criação - recriação. É necessário o mesmo poder, tanto para redimir como para criar. "Cria em mim, ó Deus, um coração puro." Sal. 51:10. "Porque somos feitura Sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras." Efés. 2:10. A cada novo sábado, designa Deus que ele faça lembrado Aquele que nos criou, e cuja graça e poder santificador em nós operam a fim de prepararnos para o Seu reino eterno.

10. Que texto mostra que uma obra especial de assinalamento deve ocorrer antes de serem soltos sobre a Terra os ventos de destruição?
"E depois destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da Terra, retendo os quatro ventos da Terra, para que nenhum vento soprasse sobre a Terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma. E vi outro anjo subir da banda do Sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a Terra e o mar, dizendo: Não danifiqueis a Terra nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus. E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel." Apoc. 7:1-4. Ver Ezeq. 9:1-6.

11. Onde viu o apóstolo esse mesmo grupo um pouco mais tarde, e que tinham eles na testa?
"E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte de Sião, e com Ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome dEle e de Seu Pai." Apoc. 14:1

O selo de Deus e o nome do Pai devem referir-se à mesma coisa. O selo é o sinal ou marca de perfeição, e o nome de Deus equivale ao Seu carácter, que é perfeição. E o sábado de Deus, observado como Deus ordena que o seja, e em santidade, é um sinal dessa mesma coisa - a perfeição de carácter. Quando este selo for finalmente posto sobre o povo de Deus, será uma prova de que Sua graça e poder santificante fizeram sua obra e os habilitaram para o Céu. No mundo por vir todos observarão o sábado, e terão, pois, este selo ou marca de santificação, santidade e perfeição de carácter. Isa. 66:22 e 23.

12. Que se diz do carácter desses assinalados?
"E na sua boca não se achou engano; porque' são irrepreensíveis diante do trono de Deus." Apoc. l4:5.

13. Como ê descrita a igreja Remanescente?
"Aqui está a paciência dos santos, aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus." Apoc. 15:12.

14. Contra que três coisas adverte aos homens o anjos de Apocalipse 14?
"E seguiu-se o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta e a sua ima em e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus." Apac. 14 :9 e 10.

A besta representa o papado; a imagem da besta representa outra entidade religiosa e poder civil dominante. E em oposição ao selo de Deus está a marca da besta, a marca da apostasia. Contra esse culto falso e idólatra, e contra a recepção dessa marca, Deus envia essa solene advertência.

15. Que poder, mencionado no capítulo décimo terceiro de Apocalipse, deve impor essa marca?
"E faz [a basta que tinha dois chifres] que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas." Apoc. 13:16.

Depreende-se que o animal de dois chifres represente os Estados Unidos da América do Norte. Ver estudo à pág. 227. Ao repudiar essa nação os princípios da liberdade civil e religiosa, e tornar-se um poder perseguidor, outras nações lhe seguirão o exemplo, oprimindo os que recusam abjurar sua fidelidade a Deus.

16. Que apresenta o papado como marca ou sinal de seu poder e autoridade?
"Perg. - Como podeis provar que a Igreja possui poder para ordenar festas e dias santos?

"Resp. - Pelo próprio ato da mudança do dia de descanso para o domingo, a qual todos os protestantes aceitam."- Abridgment of Christian Doetrine, pelo Rev. Henry Tuberville, pág. 58.

Numa carta escrita em Novembro de 1895, Mr. H. F. Thomas, chanceler do cardeal Gibbons, em resposta a uma consulta sobre se a Igreja Católica se atribuiu a mudança do sábado, diz: "A Igreja Católica declara, naturalmente, ter sido a mudança um ato seu, . . . e o ato é um sinal de sua autoridade eclesiástica em assuntos religiosos." Para outras declarações a este respeito.

Sendo o verdadeiro sábado um sinal de fidelidade ao verdadeiro Deus, não é senão natural que o falso seja considerado um sinal de adesão à apostasia. E assim consideramos ser o caso.

17. Que dizem as autoridades papais quanto ã observância do domingo pelos protestantes?
"A observância do domingo pelos protestantes é uma homenagem que eles, contra si mesmos, prestam à autoridade da Igreja [Católica]." --Plain Talk About the Protestantism of Today, por Mons, Segur, pág.213.

A declaração aqui feita é verdadeira, e sua ampla admissão por parte dos que, se bem que honestamente, têm até aqui estado a observar o domingo como sendo o sábado, levá-los-á a recusar mais homenagem à apostasia, e volverão à observância do dia que é um sinal de fidelidade para com o Céu - o único dia semanal de repouso que Deus, em Sua Palavra, manda que os homens santifiquem, o sétimo dia.

18. Qual será a atitude do dragão para com o povo remanescente, que guarda os mandamentos de Deus?
"E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo." Apoc. 12:17.

19. Como serão impostos esse falso culto e essa marca?
"... para que a imagem da besta falasse, e fizesse [decretasse] que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas; para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal." Apoc. 13:15-17.

20. Sobre que finalmente alcança o povo de Deus a vitória?
"E vi um como mar de vidro misturado com fogo; e também os que saíram vitoriosos da besta, e da sua imagem, e do seu sinal, e do número do seu nome, que estavam junto ao mar de vidro, e tinham as harpas de Deus." Apoc. l5:2.