Header Ads


Processada por Kamilla Fialho, Anitta pode ter passaporte e bens bloqueados após ter recurso negado


Processada por sua ex-empresária Kamilla Fialho, Anitta está correndo o risco de ter seus bens e passaporte bloqueados, depois de ter um recurso negado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A cantora recorreu da decisão que a obrigava a depositar R$ 2,8 milhões, como multa de rescisão contratual para a ex-empresária, por ter rompido o contrato com ela em 2014.
Segundo o advogado de Kamilla, já corre na Justiça um pedido judicial de bloqueio dos bens e do passaporte da funkeira para garantir o pagamento da multa. “O processo está em conclusão com a juíza Flávia Viveiros de Castro e a decisão de bloqueio dos bens e passaporte pode ser proferida a qualquer momento“, disse Leonardo Gomes da Silva ao “UOL”.
Na época em que rompeu o contrato com Kamilla, Anitta alegou que a ex-empresária havia desviado R$ 2,5 milhões de suas contas. Porém a Justiça absolveu Kamilla da acusação de desvio e deu a ela ganho de causa no processo movido contra Anitta, pelo rompimento do contrato. Kamilla e Anitta eram amigas e trabalharam juntas por cerca de dois anos e meio, antes mesmo de a cantora fazer sucesso.