Header Ads


Novo diretor da PF admite que investigar Rodrigo Janot seria bom para o Brasil


Para o novo diretor geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, a Procuradoria Geral da República, ainda sob o comando do procurador Rodrigo Janot, foi com muita sede ao pote no caso da investigação contra o presidente Michel Temer.
E admitiu que seria bom para o Brasil uma investigação contra Rodrigo Janot.
“Se vamos ou não investigar o doutor Janot, dependerá de abertura de investigação, se é que alguém vai pedir abertura de investigação em relação a tais fatos”, disse.
“Talvez seria bom, para que o Brasil inteiro soubesse, se houvesse transparência maior sobre como foi conduzida aquela investigação. A gente acredita que se fosse sob a égide da Polícia Federal, essa investigação teria que ter durado mais tempo, porque uma única mala talvez não desse toda a materialidade criminosa que a gente necessitaria para resolver se havia ou não crime e quem seriam os partícipes e se havia ou não corrupção. É um ponto de interrogação que fica hoje no imaginário popular brasileiro e que poderia ter sido respondido se a investigação tivesse mais tempo”, afirmou.
Fonte – G1