Header Ads


Sem quorum na Câmara, Temer já começa a esticar votação da reforma da Previdência para 2018

O presidente Michel Temer já está vendo que não vai ser fácil, como ele pensa, aprovar a reforma da Previdência.E a votação, prevista no calendário do Palácio do Planalto, para os primeiros dias da segunda quinzena de dezembro, já começa a ter novo prazo. “A reforma vai muito bem. Se não for neste ano, será no início do ano que vem”, disse Temer ontem na Argentina, onde participou de um encontro da Organização Mundial do Comércio (OMC).