segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Erasmo Carlos receberá Prêmio UBC em outubro


Em 2017, a União Brasileira de Compositores relançou uma premiação, como forma de reverenciar o talento de seus associados. Tradição dos anos 1980, o Prêmio UBC retornou com uma celebração a Gilberto Gil. Uma grande festa foi realizada na Casa UBC, espaço de eventos e cultura localizado na sede da associação, no centro do Rio.
No dia 9 de outubro próximo, acontece a segunda edição da premiação-homenagem, desta vez ao cantor e compositor Erasmo Carlos. Com 815 canções registradas e 28 discos lançados, o Tremendão é associado à UBC há quase 20 anos e tem uma carreira marcada por sucessos, muitos deles em parceria com o amigo Roberto Carlos.
Além do Rei – e de assinar sozinho várias canções – Erasmo tem entre os parceiros de composições nomes como Marisa Monte, Carlinhos Brown, Adriana Calcanhotto, Rita Lee, Jorge Ben Jor, Milton Nascimento, Skank, Los Hermanos, Simone, Lulu Santos, Nando Reis, Nelson Motta, Chico Amaral e Liminha.
Sem citar as centenas de obras de que Erasmo é co-autor, imortalizadas na voz de Roberto Carlos, destacam-se entre os sucessos compostos e gravados por ele “Gatinha Manhosa”, “Vem Quente Que Eu Estou Fervendo”, “Gatinha Manhosa”, “Minha Fama de Mau”, “Mesmo Que Seja Eu”, “De Noite Na Cama”, “É Preciso Saber Viver”, “Minha Superstar”, “Mulher (Sexo Frágil)”, “Festa de Arromba”, “Coqueiro Verde”, “Sou Uma Criança, Não Entendo Nada” e “Imoral, Ilegal ou Engorda”.
Feliz com a escolha de Erasmo e com a crescente relevância do Prêmio UBC, Marcelo Castello Branco, diretor-executivo da UBC, exalta a razão de ser dessa festa: os autores. “A nova edição do Prêmio UBC caminha para consolidar nosso objetivo de valorizar o autor e o compositor brasileiro, o alcance do seu trabalho e a sua relevância cultural. O autor é o princípio, o meio e o fim desta iniciativa, que pretende, a cada ano, incorporar novas categorias, tornando-se mais abrangente e inclusiva”, diz Marcelo. “Preferimos ir sem pressa, mas sem pausa, nessa direção.”
Uma das novas honrarias a que ele se refere é o Troféu Fernando Brant, que, em seu próprio nome, recorda o grande compositor e ex-presidente da UBC, figura-chave na luta pela consolidação dos direitos autorais no país. Como Brant, uma figura relevante na defesa dos autores receberá o prêmio em sua primeira edição. O nome do homenageado ainda é segredo e será anunciado nas próximas semanas.