Header Ads


Governadores debatem reforma da Previdência com ministro da Economia

Na pauta da reunião dos governadores eleitos para o mandato 2019-2022 estarão ainda questões econômicas e demandas específicas de cada estado

José Cruz/Agência Brasil
Abertura do 2º Fórum de Governadores
A reforma da Previdência será o principal tema do Fórum de Governadores, na manhã de quarta-feira, 20, com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes. Na pauta da reunião dos governadores eleitos para o mandato 2019-2022 estarão ainda questões econômicas e demandas específicas de cada estado.
Os governadores, segundo Ibaneis Rocha (MDB-DF), pretendem levar resultados às populações de seus estados, que passam por dificuldades. Ele disse que, na reunião, os governadores vão debater a recuperação da economia brasileira e o apoio às reformas propostas pelo governo federal.
“[Os governadores vão] apoiar o governo federal naquilo que for bom para o Brasil, mas também cobrar aquilo que os estados entendem que foi uma retirada de recursos dos estados ao longo dos últimos anos, mais precisamente a partir da Constituição de 1988. É um repensar da questão federativa”, disse Ibaneis.
Em vídeo divulgado pela assessoria do governo do Distrito Federal, Ibaneis completou: “Estamos inseridos no contexto de mudanças que o governo quer propor, mas levando as nossas dificuldades na saúde, educação, segurança pública e geração de emprego e renda”.
A abertura do fórum está marcada para as 9h. Na sequência falará o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Santos Cruz. Antes de Guedes, o secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, vai apresentar parâmetros da proposta de reforma previdenciária.
Segundo o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), a proposta vai autorizar os estados cobrarem uma alíquota extra dos servidores públicos para cobrir o rombo da Previdência estadual. Caiado se reuniu segunda-feira, 18, com Guedes, no Ministério da Economia. Também está prevista a participação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).
Os governadores fizeram terça-feira, 19, em Brasília uma reunião preparatória do fórum. Participaram do encontro, além de Ibaneis, os governadores Wilson Witzel (PSC-RJ), Rui Costa (PT-BA), Renato Casagrande (PSB-ES), Fátima Bezerra (PT-RN), Wilson Lima (PSC-AM), Gladson Cameli (PP-AC), Waldez Góes (PDT-AP), Hélder Barbalho (MDB-PA), Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), Ratinho Júnior (PSD-PR), Belivaldo Chagas (PSD-SE), Comandante Moisés (PSL-SC), Camilo Santana (PT-CE), Paulo Câmara (PSB-PE) e Flávio Dino (PCdoB-MA).
As reuniões de governadores, segundo Ibaneis, vão ocorrer a cada dois meses, mas equipes técnicas dos estados acompanharão os temas aprovados pelo fórum no Executivo, Legislativo e Judiciário.