Header Ads


Artilheiro de Libertadores, bom momento e pressão: as armas do Colón contra o Atlético

Times se enfrentam nesta quinta-feira, pelo jogo de ida da semifinal da Sul-Americana

<i>(Foto: MARCELO MANERA/AFP)</i>
Sem tanta tradição no cenário internacional, o Colón-ARG tenta uma classificação histórica contra o Atlético na semifinal da Copa Sul-Americana. Para isso, o time de Santa Fé conta com trunfos dentro e fora de campo. Ao Superesportes, jornalistas argentinos analisaram o momento vivido pelos comandados do técnico Pablo Lavallén.

Atlético e Colón-ARG se enfrentam nesta quinta-feira, a partir das 21h30, pelo jogo de ida da semifinal. A partida será no Estádio Brigadier General Estanislao López, popularmente conhecido como Cemitério dos Elefantes, em Santa Fé.

Bom momento
Após um período de resultados irregulares, o Colón-ARG emendou uma sequência de quatro jogos de invencibilidade. Na semana que antecedeu o jogo contra o Atlético, a equipe santafesina eliminou o Atlético Tucumán-ARG nas oitavas de final da Copa Argentina e bateu o San Lorenzo-ARG, último invicto da Superliga.

“O rendimento cresceu consideravelmente, sobretudo o funcionamento da equipe, potencializando primeiro o individual e depois o coletivo”, analisou o jornalista Alejandro Benito, da Rádio Brigadier López, de Santa Fé.